BUHLER & BEER: Split “Sem Tideiz” trás a sujeira podre dos bueiros de Curitiba à tona.

0
318

Na última semana os malucos beleza e amantes do Rock tiveram um presente em tanto com o lançamento Split/EP Sem Tideiz pelo dueto de artistas solo Buhler & Beer, publicado no canal do selo Super Trampo Records no YouTube. O EP/Split traz 6 canções sendo 3 de cada, alternadas uma a uma.

A ideia em sí já é muito boa mas como se não bastasse o duo se empenhou em diferentes formas de lançamento, como as 147 capas que foram feitas para que as pessoas escolham seu exemplar, além de escolher sua capa, a pessoa ainda terá o privilégio de ouvir uma “reversão” musical do poema “Penúltima” do Curitibano Marcos Prado rearranjado por Beer.

A sonoridade de “Sem Tideiz” ostenta a podrera em seus melhores aspectos, o que pode ser mais divertido do que a bagaceira musical para registrar uma cena tão bagaceira igual a de Curitiba?! A frase “Eu quero que se foda! Eu vivo no Underground!” abre o EP de forma magnífica com participações mais do que especiais dos músicos Derick Martins e Rodrigo Lemos da LAMBA-TE e também Buhler fez questão de que o velho amigo Jika Castilho fizesse parte dessa obra com gritarias e performance em clipe, que foi gravado no Largo da Ordem a base de Corote e alegria.

Poster promocional do Split com as 147 capas.

Buhler & Beer fizeram uma leitura quase exata do que está sendo usado para divulgação no momento em Curitiba e também a nível nacional e buscando de alguma forma utilizar que aprenderam lançaran-se a criar novas formas de levar a podreira musical aos ouvidos mais distantes. Após a era digital ter dominado os ouvidos com os streaming da vida ficou um pouco mais difícil fazer com que as pessoas comprem seu material, então é mais que questão de sobrevivência que a adaptação do material vendido como produto musical seja rápida e de acordo com o que as pessoas costumam consumir. Então você poderá encontrar seu exemplar do álbum “Sem Tideiz” em pequenas garrafinhas de cachaça adoçadas ou paranguinhas da sua substância favorita, apenas com um simples e rápido QR code. A cidade de Curitiba também será etiquetada com milhares de cópias do EP com adesivos exclusivos com o Code com o link para o disco que poderá ser ouvido gratuitamente na hora por quem estiver afim.

Capa “oficial” do Sem Tideiz

Além de ser revolucionário o Split ainda tem tempo para exaltar as desgraças cotidianas como o Ônibus lotado e o Boleto que nunca falta a cada fim de mês na visão do Buhler, e também as músicas Descontrair e o Folk satânico Só Amanhã compostos por Beer para fechar o álbum.

Ouça o EP que já está disponível no YouTube:

DEIXE UMA RESPOSTA